perguntas frequentes


O que é o MOR?

O MOR é uma moeda local válida apenas no Concelho de Montemor-O-Novo. Está a ser implementada pela associação A.MOR – Associação para a Moeda Local de Montemor-O-Novo.

Quanto vale o MOR?

O MOR é equiparado ao euro de 1 para 1: um MOR vale um euro. Nesta fase de arranque do MOR não existem mecanismos de benefícios financeiros na compra de MOR (conversão euro – MOR) nem de penalização na venda de MOR (conversão MOR – euro); no entanto, no futuro poderão ser implementados alguns mecanismos de incentivo de manutenção do MOR.

A quem serve o MOR?

  • Para os consumidores, é uma possibilidade de partilhar a vontade de democratizar a economia, tornando-a mais inclusiva, mais sustentável, segura e com sensibilidade ecológica, promovendo o desenvolvimento de uma economia social e solidária.
  • Para os comerciantes e prestadores de serviços, a participação no MOR pode gerar mais valias económicas pela fidelização de clientes e o desenvolvimento de relações económicas com novos fornecedores e circuitos de comercialização ambientalmente mais sustentáveis e socialmente mais inovadores.
  • Para os produtores, o MOR é a possibilidade de colocar os seus produtos no mercado, ultrapassando a tirania financeira dos sistemas de distribuição globais, obtendo um retorno mais justo que incentive o aumento de produção e a atração de novos produtores.
  • Para as instituições políticas, o MOR é uma oportunidade de apoiar sinergias entre diversos atores sócio-económicos locais preocupados com o desenvolvimento do seu território, num processo que permite desenvolver capacidades e competências económicas e sociais das pessoas e dos coletivos e a difusão dos valores como vetor de transformação social, ajudando a reforçar o sentimento de comunidade e a estimular a economia local.

Como funciona o MOR?

O funcionamento e utilização do MOR é regulado pelas Condições Gerais de Utilização.

O MOR tem notas e moedas?

Não! O MOR é uma moeda unicamente em formato digital, pois a implementação em segurança de uma moeda local em papel implica custos proibitivos para um projeto deste género.

Como é o formato digital do MOR?

Na fase inicial de arranque da moeda local, o MOR é transacionado através de uma aplicação de telemóvel (disponível para Android e IOS). No futuro poderá considerar-se a possibilidade de outros formatos de moeda, como cartões, mas sempre em formato digital. A gestão das transações é garantido por um sistema informático certificado (Clickoin), que suporta a plataforma de trocas onde se registam todas as transações.

O MOR é seguro?

A plataforma digital que gere as transações garante que o dinheiro entra numa conta sai de outra conta com a autorização do titular. Ao mesmo tempo, todo o dinheiro da venda de MOR fica depositado numa conta bancária na agência de Montemor-O-Novo da Caixa de Crédito Agrícola. Assim, a qualquer momento o valor monetário dos MOR em circulação está garantido pelo respetivo valor em euros. Nunca haverá mais MOR em circulação do que o depósito em euros, pelo que estará sempre salvaguardada a capacidade de conversão dos MOR para euros.

Como usar o MOR?

O que são utilizadores particulares e utilizadores profissionais?

Dentro do sistema do MOR há utilizadores particulares e utilizadores profissionais:

  • Utilizadores particulares são pessoas singulares que aderiram ao sistema e que dispõem de uma conta em MOR, permitindo-lhes fazer compra de MOR e utilizar a moeda.
  • Utilizadores profissionais são empresários em nome individual, pessoas coletivas, associações ou cooperativas com sede em Montemor-o-Novo, que aceitam o MOR como meio de compra dos bens ou serviços oferecidos.

Posso usar o MOR?

Sim, qualquer pessoa pode aderir ao sistema e passar a usar MOR nas compras nos estabelecimentos aderentes. Nesta primeira fase é, no entanto, preciso ter acesso a um smarthpone. Para aderir basta seguir os passos aqui e comprar MOR. A adesão não tem custos.

Como comprar MOR?

Uma vez feita a adesão, é preciso comprar MOR. Para tal basta:

  1. Fazer uma transferência bancária para a conta da A.Mor, na Caixa de Crédito Agrícola de Montemor-o-Novo (IBAN: PT50 0045 6390 4032 3562 1552 1)
  2. Enviar comprovativo da transferência para o email da A.Mor (associacaomoedamor@gmail.com).

A disponibilização dos MOR comprados não é imediata! Só após a confirmação da entrada do montante na conta o ponto de troca creditará o valor em MOR na conta do utilizador.

Posso trocar MOR em euros?

  • Por agora, utilizadores particulares não podem trocar os seus MOR de volta para euros. No entanto, podem transferir o seu saldo em MOR para outros utilizadores.
  • Utilizadores profissionais podem trocar os MOR que receberam em euros. Para esse efeito devem fazer o pedido por email para associacaomoedamor@gmail.com, com a indiciação do seu IBAN e a quantia a converter, para que tesoureiro da associação proceda ao crédito do valor em MOR na sua conta bancária.

Posso transferir MOR a outro utilizador?

Sim, qualquer utilizador pode transferir MOR para outros utilizadores, seja para transferir a mesada aos filhos, dar uma prenda aos netos, pagar a sua metade do almoço …

Como saio do sistema?

  • Os utilizadores particulares que não tenham feito utilizações da moeda MOR na sua conta ao longo de doze meses, e não tenham saldo na conta, ficarão inativos no sistema. Para sair definitivamente deverão enviar um email para associacaomoedamor@gmail.com.
  • Os utilizadores profissionais podem sair a qualquer momento, bastando para tal efetuar a venda dos seus MOR e declarar a sua intenção de abandonar o sistema da moeda local. Para esse efeito devem fazer o pedido por email para associacaomoedamor@gmail.com, com indicação do seu IBAN, para que tesoureiro da associação proceda ao crédito dos valores existentes em MOR da sua conta bancária.

Como funcionam as compras?

Onde se pode utilizar o MOR?

Os MOR podem ser utilizados nos comerciantes e prestadores de serviços aderentes, que estão identificados com um dístico identificativo. A lista de comerciantes e prestadores de serviços aderentes está disponível em moedamor.pt.

Como funciona a aplicação?

Para se fazer uma transação em MOR é necessário ter instalada uma aplicação de telemóvel e acesso à internet. No aplicação, cumprem-se os os seguintes passos:

  1. Entrada no aplicação com nome de utilizador e palavra-passe;
  2. Seleção do recetor do pagamento através do nome; 
  3. Introdução do montante a pagar; 
  4. Mensagem de texto para o recetor do pagamento (não obrigatório); 
  5. Confirmação da operação.

As compras efetuadas em MOR têm fatura?

A fatura será passada em euros e com a mesma validade das compras efetuadas em euros. Todo o regime fiscal das transações em MOR é o da moeda oficial.

O que acontece no caso de devolução de produtos?

As condições de devolução de produtos adquiridos com pagamento em MOR são iguais às do pagamento em euros. O comerciante, se assim o entender, tem o direito de devolver o dinheiro correspondente à devolução em MOR ou creditar a conta do utilizador do valor do reembolso.

Quem gere o MOR?

A direção da A.Mor – Associação para a Moeda Local de Montemor-O-Novo é responsável pela gestão da moeda, diretamente ou por delegação de competências.

O que é a A.Mor?

A A.Mor – Associação para a Moeda Local de Montemor-O-Novo é uma associação sem fins lucrativos, com sede no Monte Cascais, Estrada Nacional 4, Silveiras, concelho de Montemor-o-Novo, e com o número de identificação de pessoa coletiva 514 997 648.

A associação foi constituída notoriamente no dia 31 de Agosto de 2018 (ver Certidão Notarial). Os órgãos sociais do primeiro mandato – quadriénio 2018-2021 – foram eleitos em Assembleia Geral do dia 22 de Setembro de 2018.

A A.Mor está aberta a novos associados?

Sim! Qualquer pessoa pode propor-se para associado da A.Mor. Para tal deverá entrar em contacto com a A.Mor através do e-mail associacaomoedamor@gmail.com ou pelo formulário no fim desta página. A proposta é submetida à deliberação da Direção da A.Mor, de acordo com o estipulado no Artigo 11º dos Estatutos. Existe uma jóia de 15 euros e uma quota anual de 12 euros.

Quais são os direitos e os deveres dos associados da A.Mor?

Os direitos e deveres dos associados da A.Mor estão consignados no Artigo 10º dos Estatutos. Os associados da A.Mor têm, entre outros, o direito de tomar parte nas Assembleias Gerais, de eleger e ser eleito para cargos sociais, participar nas atividades da associação e propor iniciativas à Direção.  

O que são moedas locais?

O que é o dinheiro ?

Os sistemas monetários consistem num conjunto de regras que surgiram e progrediram com o tempo. Na essência, o dinheiro é apenas um acordo dentro de uma sociedade para se usar algo como meio de troca, aceitando simultaneamente as regras deste meio de troca. Essas regras não são neutras: são mais adequadas para alguns fins sócio-económicos do que os outros.

Os sistemas monetários atuais estimulam a concorrência, a globalização e a macro-economia. Ao mudar as regras do jogo, podemos conceber outros objetivos sócio-económicos, que servem melhor os interesses de dada comunidade.

O que são moedas locais ?

As moedas locais e sociais são um dos muitos tipos de moedas complementares. As moedas complementares são sistemas de troca de valores que co-existem como as moedas convencionais e podem ser de vários tipos, por exemplo: bancos de tempo e de serviços, recompensa de fidelização, moedas virtuais e moedas locais.

As moedas locais são novas?

A utilização de moeda local não é recente, mas ao longo das duas últimas décadas houve um tremendo aumento no seu uso. Hoje existem mais de 2.500 diferentes sistemas monetários locais, que operam em países de todo o mundo. Essas experiências visam aumentar a resiliência das economias locais, incentivando a re-localização da economia, o comércio tradicional e a produção local.

O impulso para essa mudança surgiu a partir de uma série de iniciativas baseadas na comunidade e movimentos sociais, mas a própria União Europeia as aceita como um mecanismo válido de desenvolvimento local.

Quais as vantagens de uma moeda local?

Uma moeda local, não podendo ser usada fora da comunidade, permite defender objetivos sócio-económico-políticos específicos para essa comunidade.

  • De uma perspetiva económica tem a potencialidade de reter mais riqueza dentro da região e estimular a economia da comunidade. 
  • De uma perspetiva social, o aumento da procura de produtos e serviços locais dentro de uma comunidade incentiva a produção local, fortalece o sentido de comunidade local e favorece a integração na economia ativa de pessoas habitualmente à margem dos tecidos produtivos.
  • De uma perspetiva de resiliência local, uma comunidade com uma economia local razoavelmente auto-suficiente estará mais protegida da especulação monetária global e menos refém dos sistemas de distribuição centralizadores e monopolistas. As trocas económicas em moeda local privilegiam, obrigatoriamente, os circuitos curtos de comercialização, que estimulam as relações de proximidade e favorecem a autonomia e responsabilidade empresarial.

Como funcionam as moedas locais?

A premissa fundamental de uma moeda local é que apenas é válida dentro de uma comunidade específica. Deste modo, a riqueza e mais valias económicas proporcionadas pela transação de moeda local permanecem na comunidade. Para manter a moeda em circulação, os sistemas monetários locais costumam implementar estratégias que estimulem o interesse e desincentivem a reconversão para a moeda oficial e o aforro.

MOR para profissionais

Posso vender os meus produtos ou serviços em MOR?

Se for empresário em nome individual, pessoa coletiva, associação ou cooperativa com sede em Montemor-o-Novo, e realiza atividades comerciais ou profissionais no concelho (com a exceção de franchisados), pode aderir ao MOR. Veja aqui como.

Quanto custa aderir?

A adesão ao MOR não tem custos. Para fazer vendas em MOR apenas é preciso uma ligação à internet (através de telemóvel ou computador) no local da venda.

Qual é a vantagem de aderir?

O objetivo da moeda MOR é dinamizar a economia local e contribuir para a criação e retenção de riqueza dentro do concelho, sensibilizando a opinião pública para a necessidade de priorizar o comércio de cariz local. Numa economia local mais forte e resiliente todos ganhamos.

O que faço com os MOR que recebo?

Pode trocá-los pelo valor equivalente em euros. Ou melhor ainda, pode gastá-los noutros comércios e serviços aderentes.